Como fazer um incenso natural com ervas aromáticas

O incenso de ervas aromáticas secas serve para purificar e aromatizar o ambiente, trazendo o cheiro a campo para dentro de sua casa. Para além disso são óptimos objectos de decoração e presentes originais saudáveis.

As ervas mais indicadas para fazer incenso são:

  • Alfazema
  • Alecrim
  • Hortelã
  • Tomilho
  • Salva
  • Erva cidreira
  • Pinheiro
  • Cedro

As ervas devem ser colhidas em dias ensolarados e secos. Caso apanhe ervas húmidas estas irão ganhar bolor e vão apodrecer com facilidade.

Corte as plantas pelos caules e nunca pela raíz.

Estas devem ser embrulhadas com fio de algodão. Quanto mais o fio estiver apertado as ervas irão queimar mais lentamente.

Arranque todas folhas doentes (estas não devem ser usadas).

Captura de tela 2015-08-18 07.51.12

  1. Comece por fazer um nó na ponta do ramo da erva aromática que escolheu;
  2. Segure no ramo e comece a enrolar o fio dê 2 a 3 voltas e volte a dar um nó;
  3. Continue a enrolar o fio até à outra ponta oposta (as folhas desta extremidade podem ficar soltas ou serem dobradas);
  4. Certifique-se que o fio está a ficar bem apertado (as ervas de folha larga não necessitam de tanto fio a enrolá-las);
  5. Vire o ramo e continue a enrolar o fio até à extremidade por onde começou (como mostra a figura);
  6. Caso ache necessário pode voltar a repetir o procedimento certificando-se que termina na extermidade por onde começou;
  7. Pendure os raminhos secos atrás de uma porta num lugar escuro e seco onde haja uma boa circulação de ar;Captura de tela 2015-08-18 07.51.20
  8. Aguarde algumas semanas para que as ervas estejam completamente secas antes de fazer a queima.
  9. Quando as ervas estiverem prontas segure na extremidade por onde começou e com a ajuda de uma vela comece a queimar a ponta do ramo;
  10. Deixe queimar uns 2 minutos e assim que o fogo pegar bem apague-o e lentamente assoprando (tenha cuidado com as pequenas fagulhas incandescentes que se podem soltar);
  11. Pouse lentamente o ramo num prato de barro;
  12. Caso queira apagar o seu ramo de incenso natural esmague e sufoque as pontas que se encontram incandescentes (evite usar água pois pode danificar o ramo a sua possível reutilização).

Captura de tela 2015-08-18 07.51.27Fonte: http://dicasnaturais.com

 

Os melhores banhos de descarrego da umbanda

Chegou a segunda-feira! Você tomou aquele banho no final de semana?! Não! Não é que só se deva tomar banho no fim de semana, mas sempre devemos reservar um dia para tomar um banho de descarrego a fim de nos livrar dos maus espíritos e das energias negativas que acumulamos todos os dias sem perceber, correndo atrás da nossas realizações amorosas e profissionais.

Não importa o dia, o que vale é estarmos limpos, pois, a sujeira espiritual às vezes é tanta que ofusca a nossa visão, e tanto estresse e correria termina por nos desviar do contato com os nossos orixás e com os nossos guias espirituais, além das coisas que mais queremos na vida.

Cabe refletir: Do que estamos precisando nos livrar? O que está tão agitando e bagunçado na nossa vida e que está nos impedindo de caminhar pra frente com nossos projetos?

Até as crianças ficam irritadas ou doentes e não encontramos o motivo. Para elas, um bom banho com alecrim da horta ou rosas brancas são indicados para tirar as energias ruins sem deixar de lado a proteção ao seu espírito vulnerável. É como um shampoo infantil espiritual.

Cada necessidade tem banho de ervas específico

Para cada pessoa e cada objetivo, um banho de descarrego ou de ervas específico. Por isso, atenção! Crianças não devem ser banhadas com materiais pesados como sal grosso, cachaça ou determinadas ervas, nunca se deve esfriar de forma artificial a água das ervas de banho e nunca se deve banhar a cabeça das crianças.

O poder do banho de ervas na umbanda

Via de regra já faz um bem enorme ao nosso humor e a alma quando tiramos um dia na semana pra tomar um simples banho um pouco mais longo. Se você não faz isso há algum tempo ou nunca fez, experimente! Tire um dia para cuidar da pele com calma, lavar bem os cabelos e usar aqueles produtos que às vezes não conseguimos usar corretamente na correria do cotidiano.

Tire também o dia certo para usufruir do poder dos banhos de ervas da umbanda . Alguns dos mais populares banhos de ervas da umbanda são o banho de rosa, o banho de alecrim e o banho de camomila.

Fazer água energizada em casa

água energizada

Água Energizada

Dr. Bezerra de Menezes era um médico que foi incumbido pelo plano maior de nos ajudar na evolução da paz e da aura perispiritual.

Ele comanda os cientistas, médicos e enfermeiros que nos ajudam a conhecer a espiritualidade. Ele está em todos os lugares que realmente trabalham a cura.

Ingredientes
– 1 garrafinha de água de 500 ml ou um copo com água

Como Fazer
1. Todas as segundas, quartas e sextas-feiras, coloque um copo com água sobre a cabeceira da cama ou lugar próximo. Antes de dormir, faça o seguinte pedido, com muita fé:

“Que a corrente médica do Dr. Bezerra de Menezes coloque nessa água o remédio necessário para o equilíbrio do meu corpo e da minha alma”.

2. Na manhã seguinte, tome três goles dessa água sem colocar os pés no chão. O restante, passe no local onde estiver com problema (perna, braço, cabeça).

O poder das Rezas e Benzeduras

Sabemos que a maioria das benzedeiras brasileiras confia no poder das rezas e benzeduras contra o chamado “quebranto”, isto é, pessoas que colocam um olhar diferente sobre você.

Benzer significa abençoar o outro com o poder da oração eliminando toda a energia negativa enviada por alguém. Sua mãe e a sua irmã mais velha podem ser consideradas suas benzedeiras, por exemplo.

Quando falo de energias negativas, menciono os bombardeios contra os nossos chackras, emissão de maus fluídos entupindo o nosso baço, que é responsável pela nossa circulação sanguínea, e o famoso “mau-olhado” lançado por pessoas invejosas, infelizes e ciumentas.

Vale aqui o exemplo de certas plantas e flores que murcham e adoecem, os pelos dos animais que caem, as aves que morrem, após receber energias negativas.

Isso vale também para nós, seres humanos, nos deixando fracos, sonolentos, inquietos, melancólicos, tristes, muitas vezes com insônia, dores no corpo, sem vida para nada. É o famoso “olho gordo” à vista, sem sequer um pedido de licença para nos atacar.

Mas a boa notícia é que existem algumas formas de você se proteger. São elas:

1.  Energização da água
A água abençoada e energizada é considerada uma poderosa energia de cura contra os males do corpo e da alma. Faça a Água Energizada do Dr. Bezerra de Menezes. Na manhã seguinte, tome três goles dessa água sem colocar os pés no chão. O restante, passe no local onde estiver com problema (perna, braço, cabeça).

2. Para “mau-olhado”
Molhe na água energizada um galho de alecrim. Em torno da pessoa com o “mau-olhado” faça o sinal da Cruz (frente, costas e frente) dizendo:

“Eu te benzo e retiro o mau-olhado com os Santos de segunda, terça, quarta, quinta, sexta, sábado e domingo! Deus te olhe! Que saia o mau-olhado de teus ossos, vá para a pele e de lá para o Universo”!

Em seguida, ore três vezes o “Pai Nosso” e três vezes a “Ave-Maria”.

3. Para seu filho ser aprovado em uma prova
Para que o filho seja aprovado em uma prova, por exemplo, a mãe deve colocar as mãos sobre os joelhos do filho e orar com muita fé o “Pai Nosso” como benzimento.

4. Limpeza do “alho”
Se seu filho anda triste, mal e esgotado, a mãe deve pegar um dente de alho, mordê-lo e posicioná-lo no pé da criança fazendo nove vezes o sinal da cruz e orando com muita fé o “Pai Nosso”. Em seguida, jogue o dente de alho no lixo.

5. Para ativar a memória
Para que seu filho estude bem, memorize facilmente as informações, peça a ele vestir uma camiseta de cor amarela antes de estudar. Outra sugestão é colocar quatro folhas de Lavanda dentro do travesseiro dele. Certamente, ele dormirá melhor e também é excelente para a memória.

6. Banho de “Jesus”
Você precisará de boldo e água. Em uma sexta-feira, macere um punhado de boldo em um litro de água morna. Coe e jogue da cabeça até os pés. Esse banho transmutará a paz em.

7. Para manter a sua casa limpa
Em uma segunda-feira, pegue um ramo de salsinha e passe em todos os batentes das portas de sua casa em forma de cruz, orando o “Pai Nosso”. Deixe a sala por último. Após esse procedimento, pique o ramo de salsinha e jogue-o fora. Em seguida, pegue uma Espada de São Jorge, passe em todos os batentes das portas, orando um “Pai Nosso”. Jogue também esse galho fora, ao terminar.

8. Cortando o mau olhado
Ore todos os dias os Salmos 23 e 91. Peça também a mãe ou para a irmã mais velha cortar um galhinho da pimenteira e de ponta para baixo, fazer o sinal da Cruz na região da cabeça, abdômen e pés orando um “Pai Nosso”, frente e atrás da pessoa. Jogue no lixo o galhinho carregado.

9. Para combater a Psoríase
Psoríase é uma doença inflamatória da pele e um dos fatores para o seu surgimento é o estresse total. Primeiramente, você deve fazer terapia.

Outra sugestão, pegue uma cebola pequena e um punhado de galhos de alecrim, um pouco de fubá e mergulhe tudo dentro do azeite de oliva. Deixe essa mistura dois dias de repouso. Passe esse unguento todos os dias na região do corpo afetada pela psoríase.

Além disso, faça 16 vezes A Hora da Misericórdia.

10. Utilize um Cristal Lemuriano
O Cristal Lemuriano é um agente de cura metafísico. Era um dos elementos usados na antiga civilização de Atlântida e Lemuria e representa a cura universal.

Coloque a ponta oval em cima da sua dor por cinco minutos orando o Pai Nosso. E assim o faça em todos os pontos de dor.

Outra forma de utilizar é colocá-lo dois minutos em cada chakra. Ajudará a aumentar a sua produção de energia, a colocar você em contato com o seu lado espiritual, a diminuir os pensamentos negativos e a eliminar miasmas cármicos.

É importante saber que enquanto não está sendo utilizado, o cristal funciona como um produtor de energia positiva, amor e saúde para a sua casa. Para isso basta deixá-lo na cabeceira da cama.

Como Limpar
Segure o cristal sob água corrente durante alguns minutos e coloque-o sob o Sol e a Lua para energizá-lo e recarregá-lo. Faça uma vez por mês no primeiro dia de Lua Cheia.

Como Ativar
Segure o cristal nas mãos e diga em voz alta: “eu dedico esse cristal a paz maior, a Deus e seus mensageiros para que todos que entrarem em contato com ele sejam beneficiados.”

11. Para você atrair boas companhias
São Pedro foi pescador e seguiu Jesus Cristo e São Paulo foi soldado e também seguiu Cristo. Ore para São Pedro e São Paulo dizendo:

“Fazei Senhor que eu (seu nome) encontre como São Pedro e São Paulo o caminho correto a seguir”.

Em seguida, ore três vezes o “Pai Nosso”.

12. Para manter a família unida
Ore para São José dizendo: “São José nos uma, nos defenda e nos salve da maldade alheia!”

Em seguida, ore três vezes o “Pai Nosso”.

 

Fonte: Marcia Fernandes

 

Saiba mais sobre o Benzimento de Quebranto

PERGUNTA: – Ser-vos-ia possível dizer algo sobre o tradicional benzimento do “quebranto” das crianças, o qual é levado a sério em muitos lares brasileiros, embora repudiado como tolice pela ciência acadêmica?
RAMATÍS: – Realmente, a maioria das mãezinhas brasileiras confia no sucesso do benzimento contra o chamado “quebranto”, e o responsabilizam pela apatia, sonolência, melancolia, inquietação, tristeza e inapetência dos seus rebentos queridos. Trata-se de perturbações morbígenas, que são atribuídas à projeção de fluidos de inveja, ciúme ou despeito lançados pelas pessoas de “mau-olhado”. Aliás, não vos deve ser desconhecido o caso de aves, animais e flores, que se abatem, adoecem e murcham depois que certas criaturas possuidoras de “olhos ruins”, os desejam ou invejam.
Embora a Medicina e os cientistas terrenos considerem o “quebranto” uma velha e tola superstição, o certo é que ele exerce-se disciplinado por leis tão lógicas como as que também coordenam o curso e a estabilidade das órbitas eletrônicas no seio dos átomos. Os fluidos etéricos e malfazejos projetados pelas criaturas invejosas, ciumentas ou despeitadas podem acumular-se no perispírito indefeso das crianças e chicotear-lhes o duplo etéreo, perturbando o funcionamento normal dos “chacras” ou centros de forças itéricas.
1 – Nota do Médium: Existe em nossa família um caso algo singular nesse gênero comentado por Ramatís. Uma de nossas sobrinhas, menina robusta e atraente, foi vitoriosa num concurso de beleza e robustez infantil, aqui em Curitiba; e, no dia seguinte, amanheceu triste, apática e sonolenta.
Recusou alimentos, rejeitou brinquedos e guloseimas, mostrando-se indiferente aos próprios afagos dos pais. Enfim, uma senhora idosa, nossa vizinha, achou que era “quebranto” de inveja e despeito alheio, pela vitória da menina no concurso infantil. O fato é que ela benzeu a doentinha. Então a tristeza, sonolência e apatia sumiram-se como por encanto.
O “chakra esplênico”, situado à altura do baço, no duplo etérico, responsável pela vitalização e pureza sanguínea, é o centro etérico que mais sofre e se perturba sob os impactos ofensivos dos maus fluidos, pois reduz a entrada do fluxo prânico, 2 e afetando a saúde da criança, ela perde a euforia de viver, ficando triste e melancólica. Restringindo o tom energético do metabolismo etéreo ou magnético vital, o períspirito também é afetado no seu intercâmbio com a carne na sua defensiva natural. O fenômeno do “quebranto” lembra o que acontece com certas flores tenras e sensíveis, que murcham prematuramente sob as emanações mefíticas dos pântanos. E o benzimento é o processo benfeitor que expurga ou dissolve essa carga fluídica gerada pelo “mau-olhado” sobre a criança, ou mesmo exalada de certas pessoas inconscientes de sua atuação enfermiça sobre os seres e cousas. O benzedor do quebranto também bombardeia e desintegra a massa de fluidos perniciosos estagnada sobre a criança ou seres afetados desse mal, desimpedindo-lhes a circulação etérea. Embora os sentidos físicos do homem não possam registrar objetivamente o processo terapêutico de eliminação do quebranto, a criança logo se recupera.

2 – Nota do Revisor: Fluxo prânico ou “prana” é a soma total da energia cósmica; as forças vitais do corpo, principalmente as energias recebidas pela função respiratória e através do “chakra esplênico”. É palavra sânscrita, que significa sopro, hálito de vida, combinando-se o prana com as próprias energias ocultas do Sol, na Terra, e provindas de outras fontes siderais próximas.

Do livro MEDIUNIDADE DE CURA

O Benzimento na Umbanda

O Benzimento é uma prática muito antiga. Benzer significa tornar Bento ou Santo.  Presente em muitas culturas, o benzimento ganhou força no período da colonização junto aos imigrantes que aqui chegaram.  Vale lembrar que os próprios índios aqui já estabelecidos praticavam seus rituais de cura dentro de um conjunto de orações no seu próprio dialeto.

No quadro dos colonos, tínhamos duas classes predominantes no Benzimento: as parteiras e os benzedeiros.

As parteiras eram as mulheres especializadas em partos e, um bom parto se fazia rezando, enquanto os benzedeiros eram homens que tinham um dom de rezar e benzer, seja com as próprias mãos, seja com um objeto de sua preferência.

O Benzimento atendia as necessidades mais precárias da população onde o acesso a um médico era muito restrito.

O Benzimento se dá no conjunto de rezas, na formulação de garrafadas, seja de proteção ou de dosagem. Existem Benzimentos para proteção de casas, crianças, animais de estimação, plantas, proteção do corpo e de espírito.  O bom Bento, ou seja, aquele que realiza o Benzimento, se torna uma ferramenta prática de auxílio ao próximo e a ele mesmo.

Para um bom Benzimento, não existe hora e nem lugar, não importa o dia e nem a Lua: o que importa é a força que o Bento usa na expressão e aplicação do verbo, pois benzer é fazer um jogo de palavras com poder de ação no etérico, no físico.

O Benzimento se aprende dentro de uma tradição na qual quem sabe e foi preparado ensina quem precisa, independente de crença ou religião. Sendo assim, o Benzimento é livre a qualquer pessoa que queira aprender.

Fonte: Umbanda Eu Curto

Como manter nossa criança interior viva, por Sr. Zé Pelintra

Quando nos tornamos adultos, nos tornamos responsáveis e maduros conforma nossa concepção ocidental e social, mas jamais precisamos matar a criança que existe dentro de nós. Pois essa criança, essa partícula de pureza que ainda sobrevive na camada mais pura de nosso ser, é que nos da a verdadeira alegria de viver. É esta mesma partícula, que nos fa acreditarmos nos bons sentimentos e na força mágica e fantástica de Deus!

Se nós matamos a esta criança dentro de nós, a vida perde a razão de ser, se torna monocromática e adoecemos o corpo, alma e espírito.

Sr. Zé Pelintra deixou um ensinamento para que possamos entrar em contato novamente com a criança que existe dentro de nós.

Vou ensinar o passo a passo, por que julgo importante este reencontro e se você fizer direitinho o que explicarei a seguir, com certeza você se renovará de uma tal forma que ficará surpreendido com os resultados.

Primeiro, sente-se confortavelmente no chão ou numa cadeira. Você pode colocar  uma música relaxante e acender um incenso com uma vela branca acesa para Olorum que será colocada na sua frente [ara ajudar a você  e fazer esse exercício e te proteger de possíveis vibrações não desejadas para esse momento tão especial.

Respire, sinta-se confortável, feche os olhos e apenas se acalme.

Deixe sua mente funcionar naturalmente e mesmo se ela estiver pensando muitas coisas e visualizando outra tantas, deixe fluir, assista primeiramente a sua mente como que uma tela de cinema e aos poucos vá se acalmando e relaxando.

Quando você estiver bem relaxado, comece a lembrar de você mesmo quando era criança.

Lembre de momentos especiais da infância, este momento deve ser muito especial a você e não ter um contexto familiar ou que envolva terceiros. Este momento pode ser qualquer momento, por mais que hoje pareça bobo naquela época foi especial, sinta o que você sentiu quando criança. Vivencie ao máximo esse momento por alguns minutos e se transporte no tempo através de sua mente.

Depois de se transformar em uma criança novamente e sentir toda a alegria e pureza em seu Ser, agora torne-se um adulto novamente, mas continue nesse cenário onde você passou um momento especial.

Agora, como adulto, veja você mesmo quando criança nesta cena especial, vejo como se você cuidasse de você mesmo neste momento.

Após alguns minutos hame esta criança que é você mesmo e converse com ela. De conselhos e avise-a das coisas da vida, fale com ela como quem conversa realmente com uma criança que você ama e quer cuidar.

Quando você falar tudo a esta criança que é sua criança interior, abrace-a fortemente, e peça perdão a ela por muitas vezes ter fingido que ela não existisse. Abrace-a mais uma vez, e de vazão aos sentimentos emocionais, e finalmente, seja uma s’pessoa com esta criança, se torne um só para sempre, você e sua criança interior.

Após feita esta etapa do exercício, se abrace, se curta, e se d6e uns instantes de carinho e afeto para só depois, despertar realmente.

Agradeça a Olorum por esta oportunidade, apague a vela e volte a acende-la sempre que quiser sentir esta vibração pura e alegre de sua criança interior.

Faça esse exercício sempre que desejar e sentirá a diferença em sua vida. Sr. Zé Pelintra é um adepto do bem viver, da felicidade e da força de mudança em nossas vidas.

 

Trecho retirado do livro: Zé Pelintra, A Revelação – Marcel Oliveira.

Benzimento para combater a Herpes

Material necessário:
01 ramo de Erva cidreira

Procedimento:
Cruzando o assistido de cima a baixo rezar:

Santo Antão disse a Cristo que um doente chorava de se fazer dó.
Cristo perguntou se era herpes de um lado só.
Então, o santo disse que era e curou dum lado e tudo ficou curado.
Em nome do Pai, do Filho e do Espirito Santo Amém.

Fonte: Cartilha de benzimentos

Autor Géro Maita

O Poder por trás das 7 Ervas na Umbanda

Na Umbanda se usam várias ervas, mais 7 ervas se destacam por seu poder magístico na cura e outros trabalhos. Confira quais são elas e suas características.

arruda

Arruda: é umas das ervas mais poderosas para combater inveja e olho-gordo. A arruda já era conhecida e usada na antiga Grécia e Roma. Foi popularizada no Brasil pelas escravas na época na colonização. Quando colocada num ambiente, além de proteger, emite vibrações de prosperidade e entusiasmo. Podemos ter sempre um galho de arruda junto ao corpo para reter as energias negativas.

guine

Guiné: em um ambiente tem o poder de criar um “campo de força” de proteção, bloqueando as energias negativas e emitindo vibrações otimistas. Atrai sorte e felicidade. Cria uma energia de bem-estar nos ambientes.

alecrim

Alecrim: é uma erva que tonifica as pessoas e os ambientes. É considerado também um poderoso estimulante natural, favorecendo as atividades mentais, estudos e trabalho. Favorece e fortifica o ânimo e vitalidade das pessoas. Agindo em conjunto com arruda, “segura” as energias de inveja, mau-olhado e fofocas.

 

comigo-ninguem-pode

Comigo-ninguém-pode: o nome da erva já diz tudo. Afasta e quebra todas as energias negativas dos ambientes. Em uso conjunto com espada de São Jorge quebra feitiços, magia e mau-olhado. Além deste super poderes é uma planta muito bonita para qualquer ambiente.

 

espada-sao-jorge

 

Espada de São Jorge: por causa de suas folhas pontudas é facilmente associada ao poder de cortar as energias negativas, a inveja, olho-gordo, magia, etc. Alguns dizem que espanta os maus espíritos. Ao cortar as energias negativas, a erva atrai coragem e prosperidade.

 

manjeiricao

Manjericão: Além do delicioso sabor que passa como tempero da cozinha italiana, o manjericão, quando exposto num ambiente, tem a propriedade de acalmar e trazer paz de espírito a todos. Ao acalmar as tensões, afastamos os pensamentos negativos e nuvens negras.

 

pimenteira

Pimenteira: esta planta combate as energias pesadas e ariscas. É uma planta de vibração estimulante, afrodisíaca, tonificante e atrai boas energias para o amor.